4 de setembro de 2014

Blogagem Musical: Uma música


Uma música. Dani pediu que postássemos apenas uma música hoje e comentássemos algo sobre ela: letra, clipe, artista, algo que explique o motivo da escolha, o porquê da música ser importante para você.
Não foi fácil escolher, eu gostaria e poderia falar sobre várias músicas que fazem parte da minha vida. Mas precisei escolher uma.

Fiquei com O que é, O que é? do Gonzaguinha.


"Viver e não ter a vergonha de ser feliz
Cantar a beleza de ser um eterno aprendiz"

Não lembro a primeira vez que escutei essa música, talvez eu tivesse uns 11 ou 12 anos, não sei ao certo. Mas lembro que desde a primeira vez ela mexeu comigo.
É forte, intensa, uma sacudida na gente.
Aos quatorze anos eu tive um problema de saúde, o que seria uma cirurgia simples se transformou em um filme de terror, com paradas em UTI, meses de internação, cadeira de rodas, muita dor física, muita dúvida se eu sobreviveria ou não. E um dia, em um final de tarde, pedi que minha mãe ligasse o rádio que meu pai tinha levado pro meu quarto do hospital. Pedi que ela me ajudasse a chegar até a janela, queria olhar lá fora, o céu, a rua... e enquanto eu estava ali, contemplando o "lá fora" começou a tocar essa música do Gonzaguinha. E eu me emocionei, e entendi que apesar de tudo, com tudo, a vida é bonita sim e eu queria ficar.

"Sempre desejada
Por mais que esteja errada
Ninguém quer a morte
Só saúde e sorte"

Anos depois conheci meu marido, e um dia enquanto lanchávamos assistindo televisão surgiu essa música, eu fiquei visivelmente eufórica, ele perguntou se eu gostava tanto assim dessa música e comentou que era uma das favoritas dele. Que ele tinha essa como uma das músicas da vida dele. 

"Eu só sei que confio na moça
E na moça eu ponho a força da fé
Somos nós que fazemos a vida
Como der, ou puder, ou quiser"

Dias atrás estávamos assistindo ao programa Música Boa ao Vivo, do Multishow, e os convidados daquela terça encerraram o programa cantando essa música do Gonzaguinha. João Miguel ficou tão feliz com a música que saiu dançando e batendo palmas pela sala. Lógico que me emocionei. 
Me emocionei porque estou aqui, viva, casei, tive meu filho, tenho conquistado coisas bacanas. Me emocionei porque essa música, tão marcante pra mim, acabou sendo da minha família também. Me emocionei porque adoro viver.

"Eu fico com a pureza das respostas das crianças
É a vida! É bonita e é bonita!"

P.S: Não é um post triste. Nada de lamento por aqui tá? 
Adorei fazer esse post e fiz animadona, tomando um açaí delicioso, escutando música e vendo meu filho jogar bola na sala.

Vídeo: Youtube

Um comentário:

  1. Adoro essa música, tbm.
    Amei o post e não senti nada de melancolia ou tristeza.
    E viva a vida, porque por piores que estejam as coisas, ela é sempre linda e digna de ser bem vivida!

    Beijusssssss

    ResponderExcluir