19 de setembro de 2014

"Eu não me canso de te olhar"

Eu estou sempre olhando para o João Miguel, seja para ver onde ele está e o que está fazendo, seja somente porque quero olha-lo.
Se tem uma coisa da qual nunca me canso é de olhar meu filho. Posso passar uma hora inteira olhando seu rosto, seu andar, falar. Observa-lo brincando, comendo, assistindo desenho animado, dançando (ele ama dançar), espiando um livro. E sempre me emociono.
Ainda não descobri nada mais espetacular que o som da sua risada.


Em se tratando do meu filho sou completamente intensa, exagerada, apaixonada.
Sou daquelas que acha loucura e perda de tempo criar expectativas com a vida do filho. Mas um desejo eu tenho: que ele seja feliz.
Cada abraço, beijo que ele me dá é um sopro de vida, divino. O jeito como ele me olha, o sorriso presente quando eu chego perto me mostram o tamanho do amor de Deus por mim.


Filho, todos os dias a mãe faz a mesma prece à Deus, já se tornou um mantra que o coração da mamãe entoa: que nunca te falte saúde; que o mal jamais se aproxime; que nunca nos falte terra e água para você correr descalço, para brincar de lama, para molhar nossas roupas (que deveriam secar) no varal; que tenha sempre uma árvore para você subir, um ralado no joelho, um hematoma na canela e sua risada enquanto explica: "tava só brincando mãe".
Meu moleque não tenha pressa, de nada, para nada. A mamãe não se importa de trocar suas fraldas, dar banho, escovar seus dentes, lavar suas mãos. Mamãe sabe que você consegue segurar o copo sozinho, que você pode comer sem ajuda, mas a mãe gosta de sentar do seu lado e te dar a comida, na boca.
No mantra a mãe também pede que você não perca seu brilho, seu encanto. Que o tempo seja camarada e passe com calma, com carinho.
Que nunca te falte motivo para rir, para acreditar, para ser bom, ser justo.
Que você tenha muitos sonhos, muitos planos e determinação para realizar cada um deles.
Porque seus sonhos também são meus, porque sua felicidade é o que me ilumina.


Moleque você fez a mãe cuidar muito mais da saúde, deixou a mãe meio medrosa também, porque a cada passo que eu dou peço que nada ruim aconteça. Quero estar com você sempre, quero envelhecer aqui, para te ver crescer, amadurecer, galgar seu caminho; para escutar suas conquistas e seus lamentos; para oferecer colo mesmo que você tenha quarenta anos; para rir das suas bobagens; para ser chata, ser enjoada. Para que você saiba que sempre haverá para onde voltar.
E filho não esqueça: eu não sou a mãe do fulano e você não é todo mundo.
E a mãe vai errar, muito, e vai te pedir desculpas (a mãe sempre pede né? porque pedir desculpas é ser educado, inteligente, gentil), e vai te dar a maior bronca, desculpar e orientar quando você der suas mancadas.
Vamos aprender muita coisa juntos, mais do que temos aprendido. Vamos rir e chorar.
Eu sempre estarei aqui e nunca soltarei a sua mão.
Te amo meu filho. Muito além.



PS: O papai pensa e sente igualzinho a mamãe..

2 comentários:

  1. Que Deus sempre abençoe essa família linda. Já te disse que quando crescer quero ser igual a você. E que Deus me ilumine, quero ser 1/3 dessa super mãe que você é. Família linda! Gorducho lindo! Amo vocês! ♥

    ResponderExcluir
  2. E eu ainda vou conhecer esse gordinho e morder ele todo! Cá, vc sabe o quanto te admiro e quanto tenho vontade de apertar vc e esse gordinho lindo! <3

    ResponderExcluir