29 de maio de 2016

Lancheira do amor

Eu, aquela que fica de fazer uma postagem e faz... três dias depois. Isso explica porque nunca alcancei a fama e o glamour do mundo blogueiro hahahahahaha
Vamos ao que interessa: semana passada postei uma foto com o lanche que João Miguel levou para o colégio (sim, faço isso às vezes) e como não era nada industrializado várias pessoas me pediram as receitas.
Aqui em casa sempre gostamos de uma boa alimentação, ou seja, comemos o que temos vontade, prezando pela qualidade dos produtos e sempre que possível eu coloco a mão na massa, literalmente. João Miguel nasceu e continuamos com a mesma filosofia alimentar (se é que existe essa expressão), sempre dou preferência ao que é feito em casa.
Lógico que não piro, não exagero, não vivemos em uma bolha e comemos sim industrializados. Mas sempre que posso eu busco receitas do alimento e faço.
Costumo ser fiel às receitas, quer dizer, substituo, altero quantidades, ingredientes, mas não fico arriscando receitas, quando uma faz sucesso eu mantenho.
Semana passada João Miguel levou bolinhos de chocolate, cookie e barrinha de cereal, todos feitos por mim, com receitas já muito conhecidas.
Todo mês (há uns três anos, acho) digo que vou comprar forma para cupcake, mas compro outra coisa e acabo usando as forminhas de empada que herdei da minha avó materna. Nelas eu asso bolinhos, biscoitos, muffins e até empadinhas, vejam só!
Os bolinhos de chocolate que faço é aquela receita infalível da Nestlé: Bolo Peteleco.
 Não tem erro, não tem quem não goste. Às vezes troco a calda por chantilly, ganache ou nadinha, deixo puro.

                                                                      Receita aqui

 A barrinha é receita da Bela Gil. Vou confessar: ela exagera algumas vezes, mas eu curto muito o programa, a energia e várias receitas dela. Sem contar a cozinha que é um espetáculo!
Eu não uso óleo de coco, não só por causa do preço (aqui é absurdamente caro), mas principalmente porque meus meninos não gostam nem do cheiro. Eu uso óleo de Girassol.
Dessa vez usei açúcar cristal no lugar do mascavo (que eu adoro), queria que ficasse mais clarinho mesmo. 

                                                                 Receita aqui

E o cookie é receita antiga, faço sempre, sucesso garantido. A receita original usa dois açúcares: cristal e mascavo. Eu uso um só. Cada vez faço com um.

                                                               Receita aqui

A lancheira do meu filhote ficou assim:


Não é impossível manter uma alimentação saudável, dá para substituir ingredientes, temperos, complementos. Sempre digo que cozinhar para quem se gosta é um grande gesto de amor.







Nenhum comentário:

Postar um comentário